segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Gola com PAP

Neste último fim de semana fui às Furnas, um lugar único e maravilhosos da minha ilha de S. Miguel, onde a natureza é luxuriante e a água corre em abundância, ora fria, ora morna, ora ainda a ferver . Ao mesmo tempo, é um local de grande tranquilidade e que ,pelo menos a mim, me faz relaxar e recuperar forças para uma nova semana. A temperatura lá é significativamente mais baixa, excelente para... tricotar, por exemplo. 

Fiz esta gola, cuja receita me foi dada há uns tempos pela amiga Fátima C. À primeira vista, parece complicada,mas graças à paciência e generosidade da Fátima, lá atinei e consegui fazê-la durante o fim de semana. Mostrei a foto no grupo do FB " Tricotar em público" e muitas foram as pessoas que quiseram a "receita". Assim, aqui fica como se faz, para quem estiver interessado.






























Colocam-se 60 malhas na agulha e faz-se uma 1ª volta de liga. Na outra tecem-se só 57, na seguinte 54, ou seja, vamos trabalhando sempre menos 3 malhas do mesmo lado.

Quando tivermos as últimas 3, trabalhamos as malhas todas, à excepção das últimas 16.

Voltamos o trabalho e ,no final da volta, acrescentamos 16 pontos. Volta a repetir-se todo o processo, até ficarmos com o número de bicos que quisermos ( aconselham a que se faça pelo menos 8).

Para terminar fazemos uma volta de liga nas malhas todas. Remata-se com i cord. Podem ver como se faz aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=ni4BWwSGTcw



Deixo-vos também algumas fotos das Furnas, para quem não conhece, claro. Estas duas águas, por exemplo, que correm lado a lado, uma é fria e a outra é mais quente.


Um pequeno ribeiro de água férrea ( daí a sua cor ).






Espero que gostem.




quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Tricô e outras coisinhas...

Parece inacreditável,mas este verão dediquei-me ...ao tricô. Este é um dos meus hobbies de eleição, daí que ,mesmo com muito calor e humidade, tenha conseguido fazer estas três peças que vos vou mostrar.

A minha mãe fez anos em junho e tinha-lhe prometido esta mantinha para o inverno. Não ficou pronta na altura certa,mas o que importa é que a acabei e ela adorou. É uma manta( log cabin blanket) que imita o patchwork e é muito fácil de se fazer. Começa-se por um quadradinho de 20 pontos, por 20 carreiras. Abaixo dou o link, onde poderão ver como se faz.






























Fiz em tons de rosa por ser a sua cor preferida . Podem ver como se faz aqui:

http://maosdefadatrico.blogspot.pt/2012/04/log-cabin-blanket-voce-sabe-o-que-e.html


Fiz esta echarpe para oferecer à minha sogra pelo seu aniversário ( já em setembro). Espero que ela goste.






























Finalmente e à laia de desafio, fiz este pequeno xaile para mim. Foi um Kal ( knit a long ) de um grupo do FB " Tricotar em público", ao qual pertenço.Quando o vi, gostei logo dele e a vontade de o executar ficou lá. Pensava que não ia ser capaz ( a minha eterna insegurança a marcar presença,rsrs),mas ,com a ajuda da "receita" consegui acabá-lo e adorei o resultado.





























Quem quiser ver  como se faz ( e não, não é nada complicado), está aqui:

http://tricoemprosa.com/traducao/xale-citron/

Tenho feito também muita reciclagem.  Este conjunto de 3 latinhas ficou assim:






























E, por fim, o meu doce de amora que guardei nestes frasquinhos também reciclados ( ainda não domino a técnica da pintura em vidro,mas aos poucos chego lá)





























Espero que gostem.

domingo, 23 de agosto de 2015

"Gravity cake",o meu bolo de aniversário

Foi este o bolo que resolvi fazer para celebrar mais um ano de vida. É um bolo que está muito em moda no mundo dos blogues e é como o "ovo do Colombo",ou seja, depois de se saber como se faz,não tem mistério nenhum. A massa foi do bolo red velvet ,já aqui publicado no blog. Recheei com mascarpone e açúcar.





























Cobertura:

100 ml de natas
150 gr de chocolate para culinária

Aquecem-se as natas no micro-ondas. Junta-se o chocolate e mexe-se até que derreta. Cobre-se o bolo. Decora-se com MMs.

Para fazer a "queda" de MMs:

Derrete-se cerca de 50 gr de chocolate. Deixa-se arrefecer um pouco. Não pode ficar muito líquido ou os Mms irão escorrer. Com uma palhinha ( e bastante paciência) vai-se pondo um pouco de chocolate e "colando" os MMs.

Depois de pronta ,insere-se a palhinha ,um pouco inclinada, no bolo. Corta-se a ponta de um pacote ( que deve estar vazio, claro) e coloca-se dentro da palhinha,para imitar a queda dos chocolates.





























O interior do bolo






























Espero que gostem.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Gelado de melão sem máquina de gelados

Com os dias quentes, não há nada melhor do que um gelado bem fresco e saboroso. E , se for de fruta, ainda melhor. Vi esta receita no FB e, como era muita fácil, resolvi experimentar. Pesou também o facto de não ter máquina de gelados .Valeu a pena. Gostamos muito.






























Receita daqui

Ingredientes:

uma meloa de Santa Maria ( ou um melão pequeno)
1 chávena de açúcar
3 ovos
1 pacote de natas ( 200 ml)

Retirar a polpa do melão e bater no liquidificador ( usei a Bimby). Reservar.

Na Bimby, colocar a borboleta , e juntar os ovos e o açúcar. Programar 5 minutos, temperatura 50º, velocidade 4. Deve ficar com uma cor pálida e fofa.



Bater as natas ( usei este aparelho da Tupperware (Speedy Chef) para bater claras.É ótimo e rápido)


As natas devem ficar com esta aparência.

Juntar uma colherada de natas ao creme de ovos e envolver suavemente. Acrescentar as restantes natas, sempre de forma suave. Misturar o sumo do melão e envolver. Levar ao congelador durante 4 horas pelo menos.





























Podem ver como ficou cremoso.





























Predomina o sabor do melão e é fresco e delicioso. Não deixem de experimentar.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Pão da Dinha

Gosto muito de pão e tenho aqui no blog várias receitas que já experimentei. O cheirinho que deixa pela casa, o gostinho do pão ainda morno com manteiga ou algum doce caseiro,são para mim irresistíveis. Por gostar tanto, muitas vezes evito fazê-lo, pois acabo por comer de mais,rsrs.
Esta receita vi no  blog da amiga Dinha (Piteis da Dinha) e ,mais uma vez, a vontade de o fazer falou mais alto. Como todas as receitas da Dinha, esta também é uma delícia. Fiz na Bimby,mas podem ver a maneira tradicional aqui.






























Ingredientes:
150 ml de leite
1 saqueta de fermento para pão ( usei Fermipan)
1 ovo
5 colheres de sopa de óleo
1 colher de chá de sal
4 colheres de sopa de açúcar
cerca de 400 gr de farinha
2 colheres de sopa de sementes de sésamo
2 colheres de sopa de sementes de linhaça ( usei em pó)



Modo de fazer;

Na Bimby colocar o leite, o óleo, o ovo, o açúcar, o sal e o fermento e programar 1 minuto, temperatura 37º, velocidade3.

Acrescentar a farinha e bater 30 segundos, velocidade 4 e 3 minutos, velocidade espiga.



Colocar a massa numa forma ( usei a Ultra Pro da Tupperware de 1,8 l  e ,por isso, não foi preciso untar)






Truque da Dinha: colocar a forma dentro de um saco plástico e amarrar com um arame, até levedar.



Depois de ter levedado, polvilhar a massa com sementes de sésamo e linhaça



Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 30 minutos.





























Deixe arrefecer um pouco antes de desenformar. Costumo deixar o pão numa grade para não "suar".





























Espero que gostem.

domingo, 16 de agosto de 2015

Bolo mil folhas...com açúcar e com afeto

Este é daqueles bolos que tem de ser feito ...com açúcar e com afeto ( como dizia o poeta). Quando o vi no blog da minha querida amiga Maria Rosa ( Saberes com sabores) foi paixão à primeira vista. Soube que o tinha de fazer pois este é um bolo que é dos preferidos cá de casa ( tipo pão de ló). Não é um bolo complicado,mas é demorado de se fazer, uma vez que leva várias camadas e o recheio de ovos moles. Mas os meus filhos estão quase a ir-se embora e, por isso, fiz-lhes este miminho...com açúcar e com afeto.

Fiz a receita, como sempre, adaptada à Bimby,mas deixo abaixo o link para o blog da Maria Rosa, onde poderão ver a receita pelo método tradicional.





























Receita ( original aqui):

Bolo:
4 ovos
açúcar- o peso dos ovos ( 250 gr +-)
farinha- metade do peso dos ovos ( 125 gr)
1 colher de sopa de água morna

Tabuleiro untado e forrado com papel vegetal também untado ( o meu tem cerca de 25cm por 35)


Preparação:

Bata as gemas com o açúcar e a água 5 minutos, temperatura 37º, velocidade 4. Bata as claras em castelo bem firme e adicione à mistura das gemas com suavidade, bem como a farinha peneirada. Leve ao forno pré-aqueciso a 170º durante 12 minutos ( no meu forno foi assim,mas depende dos fornos). Não deve secar.

Desenforme o bolo , corte ao meio e enxarope com a calda.



Calda:
150 gr de açúcar
150 ml de água
1 cálice de licor ( usei caseiro de canela)
Programe 5 minutos , velocidade 3, temperatura 100º.

Ovos moles ( feitos na Bimby e são chamados "pobres" pois levam os ovos inteiros. Como já disse, a Rosa tem o método tradicional de os fazer sem Bimby)

5 ovos inteiros
250 gr de açúcar
150 ml de água
Coloque o açúcar e a água no copo e programe 17 minutos,temperatura varoma, velocidade 1.

Numa taça misture os ovos ( como se fosse para omelete)
Quando terminar o tempo da calda, deixe arrefecer um pouco e junte um bocadinho da calda aos ovos batidos, mexendo sempre para não cozerem.
Colocar a borboleta no copo com a restante calda de açúcar e programar 5 minutos, temperatura 100º, velocidade 2.

Ir deitando pelo bucal os ovos batidos e deixar terminar o tempo. Verificar se tem a consistência desejada ( se for necessário, dar mais uns minutos,mas comigo fica sempre pronto em 5 minutos)

Nota: tenho esta receita há muito tempo, tirada do fórum da Bimby e já não me lembro de quem é o autor. Se alguém souber, diga e terei todo o gosto em dar os devidos créditos.




( foi a primeira coisa que fiz, para ir arrefecendo.)

Massa folhada:
Estique a massa folhada e tome uma metade da massa do bolo,mas terá de deixar pelo menos 3 cm a mais nas margens de cada lado, porque a massa ao cozer, vai crescer e pode perder medidas.

Leve ao forno durante cerca de 15 minutos.



Montagem do bolo:

Coloque uma das metades do bolo sobre uma base fixa e barre com os ovos moles.

Por cima, coloque uma placa de massa folhada e barre também com ovos moles.

Coloque a segunda metade do bolo e ponha mais ovos moles ( não li com atenção e pus mais uma camada de massa folhada,rsrs)

Cubra com ovos moles e polvilhe com amêndoa palitada e torrada ( levei 4 minutos à Actifry). Polvilhe com açúcar em pó.





















































































Aqui fica a fatia:



sábado, 8 de agosto de 2015

Muffins saudáveis de quinoa

Estes muffins não são bem uma sobremesa, embora levem um pouco de açúcar. São uma sugestão da Martha Stewart para um pequeno-almoço prático, saboroso e bastante saciante. A minha filha, a princípio, franziu o nariz,mas depois "rendeu-se" ao facto de ter ficado sem fome durante bastante tempo. Podem ser congelados e, de véspera, deixar a descongelar. De manhã é só comer um com uma bebida à escolha e temos um pequeno-almoço pronto.





























Ingredientes:

1 chávena de quinoa demolhada ( usei vermelha)
1/4 de chávena de óleo
2 chávenas de farinha
3/4 de chávena de açúcar mascavado
1 e 1/2 colheres de chá de fermento em pó
1 colher de chá de sal
1/2 chávenas de corintos ( ou passas)
3/4 de chávena de leite
1 ovo grande
Baunilha ( umas gotas ou facultativo)


Cozer a quinoa numa chávena de água. Depois de começar a ferver, reduzir o lume e cozinhar até que a água tenha sido absorvida e a quinoa esteja tenra ( mais ou menos de 11 a 13 minutos).



Pré-aquecer o forno a 180º.

Untar 12 formas de queijadas ( como usei de silicone não foi preciso untar)

Numa tigela média, misturar a farinha, açúcar, fermento, sal, passas e 2 chávenas de quinoa cozida. Reserve qualquer quinoa que tenha sobrado para outras utilizações.


Numa tigela pequena misturar o óleo, leite e o ovo. Juntar esta mistura à  primeira. Combine tudo e distribua a massa pelas formas.



A massa fica com esta aparência.

Cozinhe durante 25 a 30 minutos. Deixe arrefecer durante 5 minutos antes de desenformar.




Espero que gostem.