quarta-feira, 22 de abril de 2015

Queques saudáveis da Mafalda

Tenho tentado evitar alimentos muito calóricos ( nomeadamente sobremesas!!),mas o meu marido anda desconsolado. ( Ainda ontem fez-me o favor de queimar uns amendoins que pretendia torrar e deixou-me a casa toda a cheirar a queimado,rsrs). Assim hoje resolvi fazer estes queques saudáveis . Com eles, espero que o desejo por um doce fique satisfeito e ,ao mesmo tempo, participo no desafio do grupo do Facebook " Quinze dias com...", que esta quinzena é dedicado a Mafalda Pinto Leite. Como não tinha todos os ingredientes, substitui-os por outros de que irei dando conta.


























Ingredientes:

3/4 de chávena de  açúcar de coco ou xarope de ácer( usei frutose )
1 e 1/2 chávenas de farinha ( usei trigo serraceno)
1/2 chávena de flocos de aveia
2 colheres de chá de canela ( usei uma)
1 colher de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de bicarbonato
1/2 chávena de tâmaras picadas ou sultanas ( usei sultanas )
1 cenoura ralada
1 maçã ralada
1 chávena de coco
1 chávena de nozes
3 ovos
1 chávena de óleo de coco ou azeite ( usei 1/2 chávena de leite de avelãs e 2 colheres de sopa de óleo de linhaça)




Modo de fazer:
Aqueça o forno a 180º. Como usei formas de silicone não precisei untar.
Numa tigela coloque a frutose, farinha, aveia, canela, fermento e bicarbonato.Misture bem. Adicione as sultanas, cenoura,maçã, coco e nozes.
Bata os ovos e junte-os à mistura anterior.Envolva tudo. Se achar que a mistura está espessa demais junte umas gotas de leite ( não precisei).
Divida a massa pelas formas e leve ao forno por 15 minutos ou até que fiquem dourados
Nota: na receita original são 25 minutos,mas no meu forno foram só necessários 15, depende dos fornos.


























Ficam muito fofinhos e saborosos e podem comer-se ( quase) sem culpas. Espero que gostem.





domingo, 19 de abril de 2015

Pavlova

A "pavlova" e eu não temos as melhores relações do mundo. Já tinha tentado ,mas sem grandes resultados. Vi várias receitas ( todas lindas!!) e a vontade de a fazer voltou a falar mais alto. Umas claras à espera de serem usadas e uns morangos lindos e sumarentos, levaram-me a decidir. Baseei-me na receita da Donna Hay.
A pavlova é uma espécie de suspiro que depois de cozida é decorada com natas e/ ou queijo creme e frutas. Só que tenho tentado evitar sobremesas muito calóricas e, por isso, não usei as natas, só as frutas.



























Ingredientes:

4 claras à temperatura ambiente
220 gr de açúcar em pó
2 colheres de chá de farinha Maisena ( peneirada)
2 colheres de chá de vinagre ( usei de sidra)
uns pingos de baunilha ( opcional)

Calda de frutas:

1 chávena de mirtilos
1/2 chávena de morangos picados
1/2 chávena de açúcar

Levar as frutas e o açúcar ao lume e deixar cozinhar durante 5 a 7 minutos, em lume baixo. Deixar arrefecer.

Praparação da pavlova:

Aquecer o forno a 150º .
Bater as claras ,mas sem ficarem demasiado duras. Acrescentar depois o açúcar, aos poucos, batendo sempre. As claras devem ficar completamente duras e brilhantes (se não ficarem assim, nem vale a pena colocar a mistura no forno).

Juntar a farinha peneirada e o vinagre ( se usar, junte também a baunilha) e envolva bem.

Forre um tabuleiro com papel vegetal  e desenhe um círculo com 18 cm (usei o tapete de silicone da Tupperware que já tem as medidas).Coloque as claras dentro deste círculo e ,com a ajuda da espátula, dê um jeito ao merengue para que fique direitinho.

Coloque a pavlova no forno e reduza-o para 120º. Deixe cozinhar durante 1 hora e 20 minutos. Ao fim deste tempo, desligue o forno,mas deixe-a arrefecer completamente antes de a retirar.

Com cuidado, ponha a pavlova no prato e decore com as frutas.








































































Espero que gostem.


quinta-feira, 16 de abril de 2015

Moussaka com salada de agriões, tomate-cereja e beterraba

Depois dos excessos que sempre cometemos quando vamos de férias ( eu pelo menos sou assim), há que agora ter mais cuidado com a alimentação e tentar reparar os "danos" na medida do possível. Tenho evitado todo o tipo de açúcares e doces ( as bolachas de amêndoas foram feitas antes da Páscoa) e experimentado um outro tipo de refeições. Para o jantar de ontem fiz este prato que foi uma agradável surpresa, atendendo a que nem sou grande apreciadora de beringelas ou carne de peru.


























Receita inspirada em : Quer emagrecer? Naturalmente. de Andrea Revez, pg 76

1 cebola
2 dentes de alho
1 c. de sopa de azeite
200 gr de tomate maduro
350 gr de carne de peru picada
1 colher de chá de sal ( usei flor de sal)
oregãos a gosto
1 beringela
1 pacote de natas de soja
30 gr de mozarela de búfala

Pique a cebola e o alho e leve-os a alourar em azeite. Junte a carne picada,mexendo-a  para que fique bem salteada. Adicione o tomate em cubos. Tempere com sal,oregãos e pimenta.

Corte a beringela em lâminas e, com elas, forre o fundo de um tabuleiro. Por cima deite uma parte da carne.




Repita o processo mais duas vezes, Cubra tudo com as natas e o queijo.


Leve a forno por 30 minutos a 160º.


























Sirva com salada de agriões,tomate-cereja e  couve-roxa ( usei agriões, rúcula, tomate-cereja , beterraba e rebentos de soja)



























Espero que gostem.



segunda-feira, 13 de abril de 2015

Bolachas de amêndoa

Tenho andado um pouco afastada do blogue,pois fui de férias visitar a minha filha. Adorei estar com ela,claro,mas não tinha acesso a internet ( o que até foi bom,eheh). Aos poucos irei visitando os blogues das amigas que sempre tão gentilmente aqui deixam um comentário.
Para recomeçar trago umas bolachinhas, bem simples e saborosas,principalmente para quem gosta de amêndoas. Os desenhos nas bolachinhas foram feitos com umas formas especiais que achei muito engraçadas.


























Ingredientes (receita tirada de "Everyday food")

1 chávena de amêndoa moída ( pode ser torrada ou não)
150 gr de manteiga
3/4 de chávena de açúcar
1 ovo e 1 clara
1 chávena de farinha
1/2 colher de chá de fermento
3/4 de colher de chá de extrato de amêndoa ( opcional)

Pré-aquecer o forno a 180º.  Bater o açúcar com a manteiga até formar um creme fofo e esbranquiçado.Juntar o ovo e o extrato ( se usar) e bater mais um pouco.

Numa outra tigela misturar a farinha e o fermento. Gradualmente adicionar à mistura anterior. Juntar as amêndoas ( não bater demais).

Forrar um tabuleiro com tapete de silicone e formar pequenas bolinhas que se achatam com com um garfo,por exemplo ( usei o tal aparelhinho com desenhos).

Pincelar as bolachinhas com a clara ( não o fiz). Levá-las ao forno durante 12 a 15 minutos.

Deixar arrefecer antes de retirar do tabuleiro.




















































Espero que gostem.

domingo, 22 de março de 2015

Hot cross buns

Sempre que penso em "hot cross buns" lembro-me logo da canção infantil:
Hot cross buns! Hot cross buns!
One a penny,
two a penny,
Hot cross buns!

If you have no daughters,
Give them to your sons!
One a penny,
Two a penny,
Hot cross buns!



Estes são uns bolinhos ingleses que se comem tradicionalmente na Sexta-feira Santa, nunca depois da Páscoa. Uma vez que não vou cá estar na Páscoa, antecipei-me e resolvi fazê-los para a sobremesa de domingo. São deliciosos.

Hot cross buns ( a minha versão)
Massa 1:
1 chávena de leite
 1 chávena de farinha ( usei preparado para brioche)
1 carteira de fermipan.
Mistura-se tudo e deixa-se descansar durante 1 hora.



Massa 2:

3 chávenas de farinha ( ou um pouco mais se a massa ficar muito líquida)
2 ovos
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de chá de canela
1/2 chávena de açúcar
1 chávena de sultanas
sumo e raspa de uma laranja

Bate-se tudo ( excepto as sultanas) e acrescenta-se a massa 1. Bate-se bem e  amassa-se até que a massa se solte das mãos. Na Bimby são 30 segundos, velocidade 4 e 3 minutos velocidade espiga. Deixa-se levedar. Acrescenta-se depois uma chávena de sultanas e bate-se mais um pouco.Moldam-se pequenas bolinhas e deixam-se levedar mais 30 minutos.

Vão ao forno pré-aquecido a 180º durante 15 a 20 minutos.

Depois de cozidos fazem-se umas cruzes com açúcar:
1/2 chávena de açúcar em pó
umas colheres de chá de leite ( ou água, ou sumo de limão)





Ficam muito fofinhos e saboroso. Espero que gostem. A todos desejo uma santa Páscoa.


quarta-feira, 18 de março de 2015

Pão de centeio

Gosto imenso de pão, feito com várias farinhas, com adição de sementes ou frutos secos, simples ou mais elaborados... não consigo resistir ao aroma do pão acabado de cozer. É por isso que ,muitas vezes, evito fazê-lo ( rsrs).Já há muito tempo que não fazia um, mas "passeando" pelos vários blogues das amigas, vi este que me parecia bem simples e saboroso.Resultado? Uma delícia!! Tão bom que já o fiz mais duas vezes.



























Receita ( do blogue Pitéis da Dinha)

Massa  base:

100 gr de centeio
150 gr de farinha de trigo
250 ml de água

Mistura-se tudo, com uma colher de pau por exemplo, coloca-se numa tigela e cobre-se com película aderente. Descansa 1 hora.

Receita do pão:

200 gr de farinha de trigo
50 gr de centeio
1 carteira de fermipan
1/2 colher de sopa de sal
1 colher de sopa de açúcar ( usei mascavado)
1 colher de sopa de manteiga ( usei Becel líquida)
1 colher de sobremesa de óleo
Bater tudo, acrescentando a massa base. Amassar bem.

Usei a Bimby, claro,mas precisei acrescentar mais um pouco de água ( 50 ml). Bati 30 segundos, velocidade 4 e 3 minutos velocidade espiga. Deixei levedar até duplicar. ( Colocar a tigela no forno a 50º durante 30 minutos)

Moldar o pão ( fiz dois) e deixar descansar por mais 30 minutos.


Depois dos 30 minutos, polvilhar o pão com farinha e levar a cozer em forno pré-aquecido a 180º durante 30 minutos( depende dos fornos)






Este pão foi um sucesso e muito apreciado por todos. Espero que gostem.




domingo, 15 de março de 2015

Bundt de noz e chocolate da Dorie

Embora não tenha tido muito tempo para participar em desafios, este do grupo " Dorie às sextas", era um bolo para ser publicado até hoje, domingo . Ora domingo é sempre sinónimo de sobremesa e,por isso, juntei o útil ao agradável e experimentei o bolo. Gostei tanto do sabor da massa ainda crua, que por mim, tinha dispensado o "swirl", mas entretanto já estava preparado  e assim, foi utilizado.


























Nutty, chocolaty, swirly sour cream bundt cake

Ingredientes para o swirl:

1/2 chávena de açúcar
1/3 chávena de nozes em pedaços
meia chávena de pepitas de chocolate ( ou chocolate amargo picado)
1/2 de chávena de passa húmidas ( escuras ou douradas)
2 e 1/2 colheres de chá de canela
uma pitada de noz moscada
uma pitada de sal

Mistura-se tudo e reserva-se.

Bolo:
2 chávenas de farinha
1 colher de chá de fermento
1 e 3/4 de chávena de açúcar
raspa de uma laranja
220 gr de manteiga à temperatura ambiente
2 ovos grandes
uma chávena de sour cream ( como cá não há à venda usei ricotta)
baunilha qb

Usei a Bimby: ralar as cascas de uma laranja com o açúcar 20 segundos, velocidade 9. Juntar a manteiga e bater durante 3 minutos, velocidade 4. Acrescentar os ovos, um a um, batendo 1 minuto entre cada adição. Acrescentar a chávena de ricotta e bater mais um pouco. Envolver a farinha com o fermento sem mexer demasiado.

Untar uma forma grande ( com capacidade para 2,8 l). Colocar 1/3 da massa. Polvilhar com parte da mistura do swirl. Com as costas de uma colher, fazer uma espécie de cova ao longo do centro do anel de massa, enchendo-a com a restante mistura do swirl. Cobrir ligeiramente com a massa das laterais da cova. Não há problema se não ficar tudo coberto.

Levar ao forno pré aquecido a 175º durante 50 minutos +-. Deixar o bolo repousar, fora do forno, 10 minutos antes de o desenformar ( deixei quase uma hora).

Polvilhar com açúcar em pó ( facultativo).



















































Espero que gostem. Cá em casa foi muito apreciado.