segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Bolo com noz pecan

Não preciso de um motivo muito especial para fazer um bolo e por isso quando vi que o tema do grupo do Facebook "Dia um...na cozinha" para este mês de setembro era precisamente "bolo" , o problema foi escolher qual deles fazer. A minha lista é imensa e havia inúmeros "candidatos". Decidi-me, por fim, por fazer um simples e sem grandes complicações ( tal como gosto) e cuja receita vi no canal Food network. O nome foi uma tradução bastante livre do título original (Quick Pecan Sour Cream Coffee Cake)



























Ingredientes para o topping:

3/4 de chávena de açúcar mascavado claro
1 colher de sopa de farinha
1 colher de chá de canela
2 colheres de sopa de manteiga gelada, cortada em pedaços
1 chávena de nozes pecan, pulsadas num processador ( usei a Bimby)

Numa tigela média combinar o açúcar, a farinha e a canela.Juntar a manteiga e, usando os dedos, esfarelar tudo até formar uma massa areada. ( Usei a Bimby  com a velocidade Turbo, durante uns segundos). Acrescentar as nozes grosseiramente picadas. Reservar.

Bolo:

125 gr de manteiga
1 chávena de açúcar
3 ovos
2 chávenas de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de chá de bicarbonato
1 chávena de sour cream ( usei 2 iogurtes gregos naturais)
1/2 chávena de sultanas douradas
O topping de pecan reservado.

Bater a manteiga com o açúcar até formar um creme. Juntar os ovos um a um, batendo sempre entre cada adição. Acrescentar o iogurte e bater mais um pouco. Peneirar a farinha com o fermento e o bicarbonato e adicionar à mistura anterior. Juntar as sultanas.

Untar uma forma e polvilhá-la ( usei papel vegetal por precaução). Vazar a mistura e cobrir com o topping de nozes. Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 50 minutos. Fazer o teste do palito. Retirar o bolo do forno e deixar arrefecer um pouco para o poder colocar no prato com a parte das nozes para cima.




















































Fica um bolo bastante saboroso e foi muito apreciado cá em casa. Espero que gostem também.


quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

Pintura country ( galinhas)

Um dos meus passatempos preferidos é ,sem dúvida, a pintura em tecido, embora ainda esteja longe de dominar a técnica. No entanto, costuma dizer-se que a prática leva à perfeição e eu gosto de pintar pelo simples facto de fazer algo que me dá muito prazer. Um desses dias dediquei-me a pintar estas galinhas country. Para quem gosta de pintar,mas ainda precisa de orientação ( o meu caso), o blogue da Mariana Santos (Pintura country e motivos infantis) é uma maravilha. Obrigada Mariana.

Aqui está o meu trabalho: de um lado pintei esta...

...e do outro esta:


Encontrei um tecido às bolinhas e a minha mãe fez as barras no paninho. Ficou assim:



Espero que gostem.






quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

Parfait de gelado com raspas de framboesa

Com este calor ,apetece mesmo um gelado,não é? Esta é mais uma receita tirada do livro da Lorraine Pascale e tal como ela diz, " é uma sobremesa simplesmente divinal - tão suave,rica e saborosa". Para além disso é também muito fácil de se fazer.


























Ingredientes:

250 gr de framboesas congeladas, à temperatura ambiente
110 gr de açúcar refinado
2 claras de ovo
200 ml de natas
umas gotas de extrato de baunilha


Triture as framboesas numa misturadora ( usei a Bimby). Faça passar a mistura por um coador com a ajuda de uma colher de pau e reserve. Deite fora os restos que ficaram no coador.

Bata as claras em castelo. Junte o açúcar e bata até obter uma mistura muito firme e brilhante.


Noutra taça bata as natas até ficarem consistentes e junte a baunilha. Com uma colher junte as natas às claras e envolva. Deite a mistura de framboesas e misture ligeiramente para que fique com farripas.


Deite a misture numa forma ( a Lorraine usa uma forma de bolo inglês forrada com película aderente), alise e leve ao congelador.



Sirva acompanhado com framboesas frescas ( não o fiz). Espero que gostem.




sábado, 16 de Agosto de 2014

Bolachas de aveia e mel

Gosto muito de fazer bolachinhas, já aqui disse várias vezes, e estas que vi aqui, ficaram logo no meu "radar" para serem feitas, pois pareciam deliciosas. Não me enganei. O aspeto corresponde ao sabor. Ficam fininhas, estaladiças e são mesmo uma perdição. Experimentem e digam de vossa justiça.


























Receita original de "Desastres culinários",mas com alterações minhas que irei dando conta.

Ingredientes:
100 gr de flocos de aveia
90 gr de açúcar ( 100 gr no original)
100 gr de farinha
90 gr de manteiga ( margarina no original)
2 colheres de sopa de mel
1 colher de chá de fermento
1 colher de chá de canela ( não consta da receita original)


Ligue o forno a 180º. Bata todos os ingredientes ( na Bimby são 20 segundos, velocidade 5). Faça pequenas bolinhas e coloque-as num tabuleiro forrado com tapete de silicone. Deixe cozer durante 10 minutos . Deixe arrefecer e só depois tire as bolachas do tapete, com a ajuda de uma faquinha, por exemplo. Ficam crocantes depois de frias.




















































Espero que gostem.

terça-feira, 12 de Agosto de 2014

Bolo de lima com sementes de papoila

Fiz este bolo porque a minha filha chegou hoje de umas curtas férias e também porque queria experimentar a minha nova forma de bolos (rsrs). O escolhido foi um da amiga Cuca ( As nossas vidas) que ficou muito fofinho e delicioso.


























Ingredientes:
1 iogurte grego de laranja,limão e tangerina
110 gr de manteiga
1 1/2 chávenas de açúcar
1 1/2 chávenas de farinha
1 colher de chá de fermento
3 ovos grandes
raspa e sumo de meia lima
1 colher de sopa de sementes de papoila
1 colher de chá de extrato de baunilha ( não usei)


Glacê de lima:
3/4 de chávena de açúcar em pó
1 colher de sopa de leite
sumo de meia lima

Preparação:
Bater a manteiga com o açúcar durante 3 minutos até obter um creme fofo. Adicionar o iogurte e bater mais um pouco. Juntar os ovos,um a um, batendo entre cada adição.
Acrescentar a farinha com o fermento e ,por fim, o sumo e a raspa da lima e as sementes de papoila.
Levar ao forno a 180º durante 40 minutos.

Quando o bolo estiver pronto, deixar arrefecer e cobrir com o glacê de lima.





















































Espero que gostem.



quarta-feira, 6 de Agosto de 2014

Mousse de coco com coulis de amora

Agora que as amoras estão aí em força e já fiz doce ( compota) de amoras, resolvi trazer-vos hoje esta mousse de coco com coulis de amora. O coulis é também uma espécie de compota, mas mais suave , com menos ponto e menos açúcar também. Acho que ficou um contraste muito bonito.



























Coulis de amora:

250 gr de amora
90 gr de açúcar

Vai ao lume e ferve durante 15 minutos. Depois tritura-se tudo com a Bimby ou a varinha mágica e passa-se através de um coador de rede para que fique sem grainhas. Reserve.

Mousse de coco:
1 lata de leite condensado
1 lata de leite de coco ( 400 gr)
1 pacote de natas
75 gr de coco
5 folhas de gelatina

Demolha-se a gelatina para que hidrate. Batem-se os restantes ingredientes. Por fim, junta-se a gelatina derretida num pouco de água quente. Coloca-se o preparado numa forma e vai ao frigorífico, de preferência, de um dia para o outro. No dia seguinte aquece-se a forma num pouco de água quente. Esperam-se uns minutos e desenforma-se a mousse. Cobre-se com o coulis de amora.



















































Serve-se bem fresca. Espero que gostem.





terça-feira, 5 de Agosto de 2014

Planta de batata-doce

Esta é uma maneira muito fácil e engraçada de ficar com uma planta bonita e que enfeita uma cozinha ou outro canto qualquer da casa. Tirei a ideia do blog da Dinha ( Pitéis da Dinha) e resolvi experimentar. É feita com a batata-doce. Não é nenhuma novidade , mas achei graça e quis compartilhar convosco . Só têm de ter um pouco de paciência,mas ao fim de duas semanas já começam a despontar as folhinhas. Vai aqui o passo-a-passo .


1º passo: colocar a batata - doce, presa com quatro palitos ,num vaso com água.


Ao fim de 15 dias, transferir a batata, que entretanto já criou raízes, para um vaso com terra. Usei o mesmo vaso, como podem ver.



Neste momento ainda está maior e as folhas começam a descair.


E é só. Espero que gostem.