terça-feira, 22 de Julho de 2014

Gelado de caramelo ( burnt sugar icecream)

Este foi mais um desafio do grupo do Facebook " Dorie às sextas". Não tenho máquina de gelados,mas mesmo assim, este ficou bem cremoso , macio e sem cristais de gelo. Claro que fiz o meu na Bimby e vou deixar aqui as duas versões: a "tradicional", proposta pelo grupo e a minha ( bem mais prática) e feita na Bimby.


























Versão "tradicional":

1 chávena de açúcar
3 colheres de sopa de água
2 chávenas de leite gordo
1 chávena de natas
4 gemas de ovos grandes
1 pitada de sal
1 1/2 colheres de chá de extracto de baunilha

Misturar o açúcar com a água num tacho de fundo grosso. Levar a lume médio-brando até o açúcar se dissolver. Aumentar a temperatura e deixar ferver sem mexer até o xarope ficar cor de âmbar profundo, raspando de vez em quando os lados da frigideira com um pincel de pastelaria molhado e agitando o tacho em círculos. Dependendo do tamanho do tacho e da temperatura, poderá demorar cerca de 8 minutos até o caramelo atingir a cor desejada.
Neste ponto, baixar o lume e, com cuidado porque vai salpicar, juntar o leite e as natas. A mistura irá borbulhar fortemente e o caramelo vai endurecer, mas voltará a ficar suave à medida que se for aumentando o lume e mexendo. Continuar a aumentar o lume e a mexer até a mistura estar cremosa. Tirar do lume.


Numa taça resistente ao calor, bater as gemas com o sal até estarem bem misturadas e engrossarem um pouco. Sem parar de mexer, deitar muito devagar um terço da mistura de caramelo, o que irá temperar as gemas. Sem parar de mexer, adicionar lentamente o restante líquido. Colocar o creme no tacho e levar a lume médio, mexendo sem parar até engrossar um pouco e cobrir a parte de trás de uma colher. Estará pronto quando se passa um dedo na parte de trás da colher e o creme não escorre (entre 76º e 82º num termómetro para doces). Retirar imediatamente do calor e colocar o creme num recipiente com cerca de dois litros. Misturar o extracto de baunilha.

Refrigerar o creme até estar bem frio. Colocar a mistura na máquina de gelados e seguir as instruções do fabricante. Quando estiver pronto, colocar no recipiente final e levar ao congelador durante pelo menos duas horas.


Versão Bimby:

O caramelo é feito da mesma maneira, claro.

Na Bimby bater as gemas, velocidade 4, temperatura 37º, durante 5 minutos. Com a máquina em movimento, mas sem calor, acrescentar um pouco do caramelo para temperar as gemas. Sem parar de mexer, acrescentar o restante líquido. Programar 10 minutos, temperatura 70º, velocidade 3.Juntar o extrato de baunilha. Deixar arrefecer e colocar no recipiente de gelado . Meia hora depois, bati o gelado para evitar que se formassem cristais de gelo ( mas depois confesso que não tive mais paciência e deixei-o congelar, de  um dia para o outro).













































































Foi muito apreciado cá em casa. Espero que gostem também.

sexta-feira, 11 de Julho de 2014

Bolachas " Magic in the middle"

Gosto muito de fazer bolachas e a pretexto de ter cá o meu filho e de precisar de o mimar ( empanturrá-lo de comida) resolvi experimentar esta receita e com ela participar no desafio do grupo do Facebook " vamos fazer bolachas", cujo tema para este verão é precisamente bolachas recheadas.



























Receita tirada daqui:

Ingredientes:
1 e 1/2 chávenas de farinha
1/2 chávena de cacau
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/2 chávena de açúcar
1/2 chávena de açúcar mascavado
120 gr de manteiga
1 colher de sopa de manteiga de amendoim
umas gotas de baunilha
1 ovo grande

RECHEIO:
3/4 de chávena de manteiga de amendoim
3/4 de chávena de açúcar em pó


Massa: peneirar a farinha, o cacau e o bicarbonato. Reservar. Na batedeira (ou na Bimby) bater os açúcares, a manteiga e a manteiga de amendoim até ficar um creme fofo. Juntar a baunilha e o ovo e bater até combinar os ingredientes.

Recheio: misturar a manteiga de amendoim com o açúcar e , com as mãos enfarinhadas, moldar pequenas bolinhas.

Modelar as bolachinhas: com uma colher de sopa , retirar um pedaço da massa, fazer uma pequena pressão ao meio e colocar aí a manteiga de amendoim. Envolver a massa das bolachas na manteiga de amendoim.
Atenção: não usar a manteiga de amendoim sozinha, porque não resulta.

Colocar as bolachas num tabuleiro forrado com tapete de silicone. Untar a base de um copo e pressionar as bolachas, achatando-as .
Cozer as bolachas em forno pré-aquecido a 180º durante 10 minutos. Retirar do forno e deixar arrefecer completamente .






Espero que gostem.



quarta-feira, 9 de Julho de 2014

Lulas deliciosas

Esta foi uma estreia para mim. Nunca tinha feito lulas, mas o meu filho adora! Resolvi então experimentar a receita da minha querida amiga Maria Rosa ( Saberes com sabores) e, por engraçada coincidência, também ela hoje publicou uma receita que tinha visto no meu blog. A vida tem destas coisas! Cá em casa as lulas mereceram rasgados elogios e já me pediram para as repetir, o que é sempre bom sinal. A receita original podem ver aqui .


Ingredientes:
1 kg de lulas limpas e cortadas em argolas grossas
1 cebola grande bem picadinha
2 dentes de alho
1,5 dl de azeite
1 folha de louro
2 dl de vinho branco
2 dl de leite
1 gema
1 colher de sopa de farinha de trigo
1 colher de sopa de manteiga
1 raminho de salsa
sal qb



Preparação:
Refogar a cebola, os alhos picados e a folha de louro no azeite. Juntar o sal e a salsa. Deve ficar tudo bem apurado. Quando a cebola tiver alourado nas extremidades, adicionar as lulas bem escorridas. Não leva mais sal. Baixar a temperatura para o médio. Tem que se ir verificando a cozedura.

(Usei lulas médias e congeladas e cozinhei-as  durante 30 a 40 minutos. A meio da cozedura, juntei o vinho branco).

A etapa seguinte só se inicia quando tudo estiver pronto para ir à mesa. Deite a gema ( à temperatura ambiente) no copo de leite  e, com um garfo, dissolva-a e reserve.

Leve ao lume a manteiga, deixe derreter e adicione a farinha. Envolva e deixe ferver levemente e vá mexendo para ganhar cor.


Leve a panela ao lume e aqueça bem. Adicione a gema com o leite e envolva bem, sem levantar fervura. 
Só falta acrescentar a última preparação. Estando com um tom  canela ( a minha ficou bem mais "pálida") , deita-se sobre as lulas. Após esta adição, vai haver uma pequena efervescência mas, com o lume moderado, mexa envolvendo bem. Quando aparecer o início da fervura, retire imediatamente do lume e verta para a travessa. Salpique com salsa finamente picada.

Nota: após a adição da gema, não deve ferver para que a textura aveludada do molho não se altere.


Como já disse , cá em casa gostaram imenso destas lulas. Espero que gostem também.





.

sábado, 5 de Julho de 2014

Torta Paradiso con mascarpone

A chegada do meu filho para vir passar as suas férias de verão foi o pretexto para experimentar este bolo. Com ele também faço a minha estreia no grupo do Facebook " Quinze dias com...". O convidado desta quinzena é Antonio Carluccio. Confesso que nunca tinha ouvido falar dele,mas é por isso que esses desafios são tão enriquecedores. Fui pesquisar na net e escolhi este bolo por ser simples  e fácil de se fazer, tal como eu gosto.

 Ingredientes:
250 gr de manteiga à temperatura ambiente
250 gr de açúcar
4 ovos grandes
1 colher de chá de baunilha ( usei umas gotas)
225 gr de farinha com fermento
25 gr de farinha Maizena ( usei Custard)
1 colher de sopa de farinha sem fermento

Bate-se a manteiga com o açúcar até formar um creme. Adicionam-se os ovos, um a um. Acrescentam-se os restantes ingredientes. Vai ao forno pré- aquecido a 180º, numa forma untada e forrada com papel vegetal, durante 30 a 35 minutos.


Recheio: 
300 gr de mascarpone ( usei uma embalagem de 250 gr)
50 gr de açúcar em pó
umas gotas de baunilha
2 colheres de sopa de geleia de framboesas

Bate-se o mascarpone com o açúcar e a baunilha até ficar cremoso.

Corta-se o bolo ao meio. Numa metade espalhar a geleia de framboesas. Cobrir com o creme de mascarpone. Sobrepor a outra metade. Enfeitar com açúcar em pó.
Nota: a receita não pedia, mas coloquei algumas framboesas por cima do mascarpone.






Resultado: uma verdadeira delícia que foi muitíssimo apreciada. Espero que gostem também.



quarta-feira, 2 de Julho de 2014

Guilt free brownies

Gosto muito de ver o programa " Hungry girl" no canal Food network. Lá, a autora, Lisa Lillian, transforma as tradicionais receitas americanas em versões bem menos calóricas. Por isso quando vi esta receita de brownies, não descansei enquanto não os experimentei.Não vou dizer que são os melhores que já fiz, mas para quem quiser comer uma coisinha doce sem grandes culpas, não deixem de experimentar.



Ingredientes:

1 pacote de brownies
1 lata de puré de abóbora
 2 colheres de sopa de xarope de chocolate light
2 colheres de sopa de manteiga de amendoim light


Batem-se todos os ingredientes ( exceto a manteiga de amendoim). Forra-se uma forma quadrada que deve ser untada e forrada com papel vegetal. Alisar amassa com uma espátula.


Derretem-se duas colheres de sopa de manteiga de amendoim com 3 colheres de sopa de leite ( usei de amêndoas) no micro-ondas. Mexe-se com uma colher . Colocam-se "tiras" de manteiga na massa.


Com um palito fazem-se uns desenhos na manteiga, puxando para cima e para baixo.


Leva-se ao forno pré-aquecido a 180º durante 30 minutos. Deixar arrefecer, desenformar e cortar aos quadradinhos.



Espero que gostem.




segunda-feira, 30 de Junho de 2014

Mini pizas de curgete

Esta é uma maneira deliciosa de saborear "piza" numa versão muito menos calórica e portanto ideal para os dias de verão. Ficam muito saborosas e fazem-se rapidamente, tal como eu gosto. Vi a receita no bog da Marisa ( Sabores da Vida) e soube logo que tinha de a experimentar. Podem ver a versão original aqui.



























Ingredientes:

Uma curgete grande cortada às fatias grossas. Temperar com sal e pimenta. Grelhar as fatias num pouco de azeite.





Colocar a curgete num tabuleiro forrado com tapete de silicone .Em cada fatia por um pouco de molho para piza . (Usei este que podem ver na foto). 



Polvilhar com oregãos e cobrir cada fatia com um pouco de mozarela fresca.



Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 15 minutos, ou até que o queijo esteja derretido e dourado a gosto.


Espero que gostem.










quinta-feira, 26 de Junho de 2014

Bolo anjo com ganache de chocolate

Ao fazer limpeza no meu congelador, deparei-me com várias caixinhas com claras congeladas. Costumo marcar  na tampa a quantidade de claras e tinha uma com 12 !!! Ora, tinha visto no blog da Sandra ( That cake sweet) um bolo de claras que levava exatamente esta quantidade. Estava escolhida a receita para dar vazão a tantas claras guardadas. Experimentem que não se vão arrepender. É um excelente aproveitamento de claras, sem ser o já tão "estafado" Molotof.


























Ingredientes:
110 gr de farinha
230 gr de açúcar
12 claras à temperatura ambiente
1 colher de chá de fermento em pó
umas gotas de baunilha ( 2 colheres de café no original)
1 pitada de sal


Ligar o forno a 180º. Preparar uma forma de buraco, limpando-a com um pano seco e reservar.
Dividir o açúcar em duas partes. Peneirar uma das partes com a farinha quatro vezes para uma tigela ( usei o Turbo da Bimby várias vezes).

Bater as claras com a pitada de sal e o fermento. Assim que as claras formarem picos, incorporar o açúcar aos poucos , com a ajuda de uma colher de sopa, continuando a bater. Nunca se deverá deitar o açúcar de uma só vez. Acrescentar a baunilha.

Com a ajuda de uma espátula envolver delicadamente a mistura de farinha e açúcar.

Colocar o preparado na forma sem ser untada, alisar com uma espátula e levar a cozer durante 50 minutos.

Depois de cozido apoiar a forma do bolo invertido em duas chávenas ,por exemplo. Aguardar cerca de duas horas. Com a ajuda de uma faca, passar à volta do bolo para o ajudar a soltar. Com paciência e jeitinho consegue-se.



























Ganache de chocolate:

1 pacote de natas ( 200 ml)
100 gr de chocolate de culinária
1 cálice de licor de choclate ,por exemplo Mozart ( facultativo)

Levar as natas a aquecer no micro-ondas. Acrescentar o chocolate partido. Deixar amolecer e ir batendo com um garfo até que o chocolate tenha  derretido todo e engrossado. Juntar o licor, se for usar. Cobrir o bolo.







































































































Penso que dá para ver como ficou leve e fofinho. Espero que gostem.