sexta-feira, 28 de abril de 2017

Iogurtes de aveia com curd saudável de morangos

O blogue " Cozinha sem segredos" tem sido uma fonte de inspiração. A sua autora partilha receitas "tradicionais" numa versão menos calórica e mais saudável. Comecei há pouco e gradualmente a fazer também estas alterações. Em vez do açúcar branco, por exemplo, utilizo açúcar mascavado, açúcar de coco, stevia, mel ou agave. Substituo a farinha de trigo por farinha de centeio, de aveia ou de espelta e em vez da manteiga uso óleo de coco. O azeite sempre fez parte da minha cozinha e praticamente nem utilizo óleo.

A receita que trago hoje é a de iogurte de aveia que já partilhei aqui, mas com curd de morangos. Já experimentei com lemon curd saudável e ficaram muito bons, mas estando nós agora na época dos morangos resolvi fazer um curd de morangos mais light.




Curd de morangos saudável
Receita:

300 gr de morangos
3 colheres de sopa de mel ( ou agave)
sumo de meio limão
1 colher de sopa de farinha Custard
2 colheres de sopa de óleo de coco

Programar 7 min / tem 90º, vel 3.( Aqui podem triturar uns segundos, mas eu deixei assim por gostar de sentir os pedacinhos de morango)

Deixar arrefecer completamente . Quando ficar frio , vai engrossar.



Distribuir colheradas de curd de morango nos copos de iogurte e acabar de encher com iogurte caseiro de aveia ( receita aqui, como já disse). Abafar ou colocar na iogurteira durante 8 horas.



Guardar no frigorífico.



Gostamos muito. Espero que gostem também.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Frango guisado com cogumelos

Embora seja uma fã incondicional da Bimby, a verdade é que não costumo "cozinhar" lá uma refeição. Claro que a uso para preparar um refogado, para triturar, para fazer massas lêvedas maravilhosas, sumos, sopas, etc mas não carne, por exemplo. Daí que quando vi esta receita numa revista da Bimby tenha decidido experimentar. Pode ser feita pelo método tradicional, claro, mas vou dar a versão Bimby.



Receita ( revista Bimby, set 2011)

Ingredientes:
200 gr de cebola
70 gr de cenoura
2 dentes de alho
3 pés de salsa
30 gr de azeite

cerca de 1 kg de frango limpo. cortado em cubos
100 gr de bacon cortado aos cubos
50 gr de vinho Moscatel
sal, pimenta qb
200 gr de cogumelos frescos laminados



Preparação:

1- Coloque no copo a cebola, alhos, cenoura e salsa e pique 5 seg/ vel 5.

2- Refogue 5 min/ Varoma / vel 1

3- Adicione o frango, o bacon, o vinho Moscatel, o sal e a pimenta e programe 15 min / 100º / vel colher inversa

4- Adicione os cogumelos e programe 5 min/ 100º / colher inversa.



Polvilhei com salsa picada  e acompanhei com batatas na Actifry e salada de alface.

Espero que gostem.



domingo, 23 de abril de 2017

Pão doce de espelta com maçã e canela

Este ano, pela Páscoa, não fiz os típicos folares A sobremesa escolhida foi, de novo, a deliciosa tarte Bakewell. Porém , o "bichinho" da massa lêveda estava sempre presente, daí que hoje tenha decidido experimentar este folar, mas como a Páscoa já passou, chamei-lhe "pão" .



Receita ( inspirada nesta daqui ):

250 ml de leite
50 gr de manteiga+ 30 gr de óleo de coco
80 gr de açúcar
1 ovo grande
15 gr de fermento de padeiro ( tipo Fermipan)
1 pitada de sal
400 gr de farinha de trigo
50 gr de farinha de espelta
1 colher de chá de açafrão

Para o recheio:

2 maçãs cortadas aos cubos
1 colher de chá bem cheia de canela
3 colheres de sopa de açúcar mascavado
Envolver a maçã nesta mistura.

Modo de fazer ( usei a Bimby, mas pode ser feito na máquina do pão ou amassado à mão)

-Colocar no copo o leite e as gorduras e programar 1 min/ 37º/ vel 3

-Adicionar o fermento, o açúcar , o ovo e 50 gr de farinha e programar 1 min / 37º / vel 4.

-Deixar repousar por 15 minutos.

-Acrescentar a farinha de trigo, a de espelta, o sal e o açafrão. Programar 30 seg / vel 5 e 5 min / vel Espiga.

-Deixar levedar até duplicar de volume.



-Estender a massa formando um retângulo e cobrir com a mistura de maçã e canela. Enrolar e cortar às fatias ( seis).


-Untar uma forma de buraco e dispor lá as fatias com a parte da maçã voltada para cima. Deixar repousar mais 30 minutos.



 -Pré-aquecer o forno a 180º  e antes de o levar lá, polvilhe a superfície com uma mistura de açúcar e canela. Coze durante 25-30 minutos.



Sei que sou suspeita por adorar massas lêvedas, mas é delicioso! Espero que gostem.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Um novo gatinho

Andava com  muita vontade de adotar um novo gatinho, afinal a Valentina já morreu há quase três anos . O meu marido é que não estava nada entusiasmado com a ideia. Porém, lá o consegui convencer e assim ontem fui buscar o novo membro da família: o Cory. Pensava que ia ser uma menina,mas afinal é um gatinho cheio de energia, muito brincalhão e muito meigo ( isto para já não dizer que é linnndoooooo!!!!).



Hoje acordou-me às seis da manhã ( queria brincar e já tinha dormido tudo, rsrs) ,mas pouco depois já dormia como um anjinho.


Já foi ao veterinário e está desparasitado e vacinado. A nível de saúde parece estar tudo bem.




Agora é o começo de uma nova aventura.

terça-feira, 18 de abril de 2017

Casaco Top-down + T-shirts pintadas

Este foi o meu último trabalho em tricô: um casaco top-down. Gosto imenso de utilizar esta técnica, pois faz-se num instante e quando acabamos de tricotar não precisamos de o coser. Fica simplesmente pronto e sem costuras nenhumas. No entanto fiz um pouco de batota, já que queria uma barra em jacquard, por isso tricotei o casaco até mais de metade, depois deixei o trabalho em suspenso. Fiz então a barra começando por baixo e no fim cosi com costura invisível.



Pintei também estas T- shirts. Eram brancas e lisas. A primeira foi uma brincadeira para mim ( talvez a leve para a praia) e a segunda para uma menina que fazia anos.



Espero que gostem.






sexta-feira, 14 de abril de 2017

Trufas de red velvet

Estas trufas são bem simples de preparar e não são segredo para quase ninguém. No entanto, pode haver sempre quem não saiba e por isso resolvi partilhar. Fazem-se com sobras de bolos, por exemplo, ou até com bolachas oreo. Fiz as minhas com bolo red velvet, mas podem usar qualquer tipo de bolo do vosso agrado, como já disse. Podem ser uma sugestão para enfeitar a mesa da Páscoa e não há quantidades certas. Depende do que têm.



Ingredientes:

fatias de bolo red velvet ( ou outro)
queijo tipo Filadélfia q. b.
chocolate q.b.

Tritura-se o bolo e acrescenta-se o queijo até formar uma massa moldável. Fazem-se bolinhas e guardam-se no congelador de um dia para o outro, de preferência.

Sem descongelar, passar as bolinhas por chocolate ( usei de leite e branco). Como as trufas estão geladas , o choque térmico com o chocolate derretido faz com que solidifiquem quase instantaneamente.

Enfeitar a gosto e estão prontas a servir. Podem guardar ou não no frigorífico.



Espero que gostem.


quarta-feira, 12 de abril de 2017

Iogurte de maçã e aveia

Com o tempo a aquecer, fiquei com vontade de voltar a fazer iogurtes. Vi esta receita numa revista da Bimby e como levavam aveia de que gosto muito, resolvi experimentar. Na receita eram para serem líquidos, mas saltei o último passo, que no entanto vou deixar para quem quiser fazer.



Receita ( Bimby, set 2011)

30 gr de flocos de aveia
180 gr de maçã sem casca
80 gr de açúcar amarelo
 1 colher de chá de canela ( não consta da receita original)
1 l de leite
100 gr de iogurte natural


Preparação:

1- Coloque no copo a aveia e triture 5 seg/ vel 9. Retire e reserve.

2- Coloque no copo a maçã , o açúcar e a canela e pique  5 seg / vel 5.

3- Programe 10 min / Varoma / vel 2. 

4- Adicione o leite e a aveia e programe 1 min / vel 9.

5- Adicione o iogurte e programe 4 min / 50º / vel 4.

 Vazar nos copos da iogurteira e deixar lá durante 8 horas. (  Caso não tenha iogurteira ,retire para um jarro e abafe bem com uma manta durante 8 horas. )

Para mim ficaram prontos só assim. Se quiserem fazer iogurtes líquidos devem proceder do seguinte modo:

Após as 8 horas, coloque o iogurte no copo da Bimby e bata 10 seg / vel 4. Retire para os frascos esterilizados e leve ao frigorífico.


Fica muito cremoso, mas para a próxima penso reduzir no açúcar.


Com granola caseira são deliciosos. Espero que gostem.

domingo, 9 de abril de 2017

Travesseiros de Sintra

Gosto sempre de fazer uma sobremesa para depois do almoço de domingo. Não queria, no entanto, nada muito complicado ou trabalhoso, uma vez que tinha vários projetos em mente e não podia estar muito tempo na cozinha.

A receita destes travesseiros não podia ser mais fácil. O recheio fiz de véspera e guardei no frigorífico. De resto, só precisam de uma placa de massa folhada para montar os travesseiros.




Receita daqui:

Ingredientes

300 gr de açúcar
100 ml de água

Programar 10 minutos, temp 100º, vel 2.

150 gr de amêndoa moída sem pele
4 gemas
1 colher de chá de canela

Misturam-se os ingredientes e vazam-se na calda de açúcar.

Programar 17 min / 100º / vel 3. Reservar e deixar arrefecer. ( Para fazer num tacho é só ir mexendo até obter a consistência desejada).

400 gr de massa folhada

Deixar a massa folhada à temperatura ambiente.



Ligar o forno a 200º.

Estender amassa folhada numa superfície polvilhada com farinha e cortar em retângulos.( Como usei esta massa que já está aos quadradinhos, não precisei estender a massa)



Distribuir o recheio e dobrar em 3 partes até obter a forma de travesseiro.








Colocar num tabuleiro forrado com tapete de silicone.

Levar ao forno e deixar cozer durante 15 minutos +- ( depende dos fornos)

Depois de retirar do forno, polvilhar com açúcar e servir mornos.





Espero que gostem.





sexta-feira, 7 de abril de 2017

Tricôs de primavera

A primavera finalmente parece ter chegado por aqui. Os dias estão maiores, o sol deixa tudo cheio de luz e calor e as flores alegram os canteiros com as suas cores vibrantes.

Fiz esta camisola/ túnica a pensar já nos dias mais amenos, mas ainda frescos . O ponto é arrendado e bem fácil ( penas de pavão).

Podem ver o ponto aqui: https://www.youtube.com/watch?v=Qh9iWmy97NE

Fiz também o meu primeiro par de meias rendadas. Tinha visto umas lindas no blogue da Lete ( Bordalinhas) e pedi-lhe se me podia ensinar o ponto. A Lete faz sempre meias espetaculares! E é esta uma das maravilhas do mundo dos blogues. Criam-se amizades, as pessoas são de uma simpatia extrema e sempre prontas a ajudar. Foi o que aconteceu : a Lete entrou logo em contacto comigo , explicou-me o ponto e prontificou-se para esclarecer qualquer dúvida que tivesse. Obrigada, amiga, pela tua simpatia e vontade de ajudar.

Fiz as meias pelo sistema "toe-up" e só com duas agulhas ( método magic loop). Ficaram assim:



Usei esta lã, caso estejam interessadas em experimentar.


Espero que gostem. Deixo-vos com uma imagem do canteiro do meu quintal. A todos uma feliz primavera.


quarta-feira, 5 de abril de 2017

Muffins de malagueta e queijo

Estes muffins ficam muito fofos  e macios , com o sabor do queijo e o ligeiro picante da malagueta ( sim, não se assustem que quase não se dá por ela). Podem sempre ajustar ao vosso gosto a quantidade de malaguetas. Se gostarem de muito picante ,usem mais, se gostarem de menos picante, usem menos. São perfeitos para um lanche, para comer depois de uma sopa num jantar mais leve ou até mesmo como pequeno-almoço.


(Receita daqui)

Ingredientes:

8 fatias de bacon ( usei 100 gr de bacon às tiras)
3 chávenas de farinha
1 colher de sopa de fermento em pó
1/2 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de sopa de azeite
150 gr de queijo- creme ( usei iogurte caseiro)
1 chávena de buttermilk ( leite com 1 colher de sopa de vinagre; espera-se até talhar)
1 malagueta grande picada ( sem as sementes)
150 gr de queijo ( usei ralado)


Numa tigela combinar a malagueta, bacon, queijo e iogurte ( ou queijo-creme).

Noutra misturar a farinha, o fermento, o sal e o açúcar.

Acrescentar o azeite, o buttermilk e a mistura de queijo-creme. Envolver tudo, sem bater demasiado.

Untar uma forma de bolo inglês ou então, tal como eu fiz, formas de muffins. Distribuir a massa pelas formas e levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 20 minutos.



Espero que gostem.


domingo, 2 de abril de 2017

Tarte Bakewell para o Sweet world

A tarte Bakewell foi a proposta do grupo Sweet world, dinamizado pelas amigas Lia  ( Lemon and Vanilla) e Susana ( Basta cheio) para a sua 15ª edição. É uma sobremesa inglesa de renome mundial ( sim, esta conhecia de nome e constava da minha enorme lista a experimentar), onde a amêndoa é rainha.

  Como disse a Susana " porque a Páscoa fica mais bonita com um doce marcante e diferente a embelezar a nossa mesa (...) a bela Bakewell mostrou-se uma sugestão à altura."




Tecnicamente é um doce sem grandes complicações e que é composto por quatro elementos distintos:

-base de massa quebrada doce
-camada de doce de framboesa ou morango
-recheio de frangipane
-cobertura com amêndoa laminada


Embora haja várias versões de vários chefes de renome, foi a receita da Lorraine Pascale que me seduziu e é a que vou dar.


Receita (Baking made easy)

Base:

120 gr de manteiga
60 gr de açúcar
raspa de 1 limão
1 ovo
200 gr de farinha sem fermento
45 gr de amêndoa moída

Colocar os ingredientes num robô de cozinha e pulsar até obter uma mistura uniforme. Fazer uma bola e levar ao frigorífico durante 2 horas ( só deixei 30 minutos).



Frangipani:

200 gr de manteiga à temperatura ambiente
2 ovos
1 colher de café de essência de amêndoa amarga
40 gr de farinha sem fermento
200 gr de amêndoa moída
40 gr de amêndoa filetada

Recheio: doce de morango ( usei o meu de ruibarbo e morango)



Modo de fazer:

Estender a massa numa superfície enfarinhada , de modo a que fique com uma espessura de 2-3 mm. Colocar sobre uma forma de tarte de 23 cm e pressionar ligeiramente, para que a massa adira bem à forma.

Picar a massa com um garfo, cobrir com papel vegetal e colocar no centro legumes secos ( costumo usar feijão que depois guardo num frasco e que serve só para isso).

Pré-aquecer o forno a 180º. Cozer a tarte durante 15 minutos. Retirar o papel ( e os feijões), voltar a por a tarte no forno e deixar cozer por mais 10 minutos. Retirar do forno e deixar arrefecer.

Para preparar o frangipani:

Bater o açúcar com a manteiga até obter uma mistura esponjosa. Juntar os ovos, um a um, batendo sempre entre cada adição. Acrescentar a essência de amêndoa, a farinha e a amêndoa moída. Envolver tudo.

Colocar o doce de morango sobre o fundo da tarte e, de seguida, o frangipani. Alisar a superfície e polvilhar com a amêndoa filetada.

Levar ao forno durante 30-35 minutos, verificando aos 15 minutos se as bordas da tarte não começam a tostar demasiado. Se assim for, tapar com papel de alumínio e finalizar a cozedura.



























É uma verdadeira delícia. Espero que gostem.